Voltar

Avaliação Institucional

    A avaliação é compreendida como processo contínuo e qualitativo, levando em consideração os objetivos propostos para as atividades escolares. A avaliação é uma prática pedagógica intrínseca ao processo ensino e aprendizagem, com a função de diagnosticar o nível de apropriação do conhecimento pelo aluno.

    A avaliação é contínua, cumulativa e processual devendo refletir o desenvolvimento global do aluno e considerar as características individuais deste, no conjunto dos componentes curriculares cursados, com preponderância dos aspectos qualitativos sobre os quantitativos. Dar-se-á relevância à atividade crítica, à capacidade de síntese e à elaboração pessoal, sobre a memorização.

    A avaliação é realizada em função dos conteúdos, utilizando métodos e instrumentos diversificados, coerentes com as concepções e finalidades educativas expressas no Projeto Pedagógico da escola.

    É vedado submeter o aluno a uma única oportunidade e a um único instrumento de avaliação.

    O aluno que faltar à verificação pré-determinada, poderá requerer nova oportunidade no prazo máximo de 48 (quarenta e oito) horas, desde que a falta tenha ocorrido por uma das seguintes causas e comprovadas por documento:  doença ou acidente; gala; nojo;  obrigações militares; serviço público obrigatório;  doação de sangue; interrupção de transporte; motivos especiais, a critério da Direção, e nos termos da legislação específica vigente.

    Através da RCE realiza-se nos 5° e 9° anos um sistema próprio de avaliação em larga escala, o PROARCE (Programa de Avaliação da RCE), que demonstra o resultado do  processo educativo da escola.

    Os critérios de avaliação do aproveitamento escolar serão elaborados em consonância com a organização curricular e descritos no Projeto Político-Pedagógico.